quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

RESENHA: BLU-RAY 300 - A EXPERIÊNCIA COMPLETA

300 - A EXPERIÊNCIA COMPLETA EM BLU-RAY

SINOPSE:
480 AC: Diante da iminente invasão massiva dos exércitos do rei persa Xerxes (Rodrigo Santoro), o rei da cidade grega de Esparta, Leônidas, convoca um seleto grupo de 300 guerreiros, para heroicamente numa missão suicida, bloquear o máximo possível o ataque de milhares de soldados, num estratégico afunilamento de rochedo, evento que ficou conhecido como a Batalhadas das Termópilas (portões quentes).

Devido a manipulações políticas, regadas á corrupção e superstições, os exércitos espartanos não podem ser mobilizados naquela data, já que o conselho não está favorável ao clima de guerra, daí a semente do drama de Leônidas e seu heróis: deter pelo maior tempo que puder as hordas monstruosas do império Persa.

-x-

Épico é pouco para rotular essa maravilhosa obra de arte. Zack Snyder está se transformando em um de meus diretores favoritos, e presto atenção nele desde o ótimo MADRUGADA DOS MORTOS, onde ele fez um radical filme de zumbis, talvez o melhor até então. Dava para ver ao que ele veio, pois o filme era arrojado e diferente de todos os outros que já vimos.
O GRANDE REI LEÔNIDAS: SEMPRE Á FRENTE
Depois ele filmou uma sequência de belos e artísticos filmes, geralmente de visual deslumbrante, como o lindíssimo A LENDA DOS GUARDIÕES (Uma espécie de Senhor dos Anéis no mundo das aves!), o maneiríssimo WATCHMEN, também baseando em HQ, o delirante SUCKER PUNCH, MUNDO SURREAL (Resenhado aqui), o trepidante O HOMEM DE AÇO (Já resenhado tambéme agora BATMAN VS SUPERMAN, que espero ser baseado no DARK KNIGHT, de FRANK MILLER, pois eu vi a HQ na sua estante, nos extras de 300.

Ou seja: Snyder é o cara! Pelo jeito curte um bom quadrinho, é visionário de mão cheia e tem bom gosto!

Do jeito que vai, vinculando sua carreira a bons filmes com visuais requintados e atraentes, logo ficará entre os melhores de todos os tempos, na minha opinião.
CLIQUE PARA VER DE PERTO O ESTRAGO FEITO...

300 é baseado na obra homônima de FRANK MILLER, um quadrinho belíssimo que fez bastante sucesso. Bom demais mesmo!

O estilo adotado pelo filme foi quase caricatural, para que evocasse o estilo do gibi.

As imagens são impressionantes, meticulosamente planejadas para atingir nossos sentidos quadro a quadro.

Os realizadores criaram uma ferramenta chamada CRUSH, para "estourar" as cores do que foi filmado, causando um efeito parecido com a paleta usada na HQ.

Os detalhes minúsculos são exagerados, a cor preta predomina, e por isso muitos confundem o estilo com excesso de granulação. Eu gostei.
GRANDES BATALHAS EM HD E SLOW MOTION: DETALHES SANGRENTOS!
As cenas de batalha são muito boas, e em vários momentos, elevadas à categoria de arte, já que temos vistosas composições em câmera lenta, ultra coreografadas e finalizadas com tantos efeitos de mutilações e sangue (digitalizado para ficar igual ao gibi), que o novo "estilo" influenciou outras obras, como o seriado "SPARTACUS" (Resenhado aqui)

Enfim, valeu a refilmagem, pois o antigo "300 Espartanos" era bem fraquinho, enquanto produção e espetáculo.

O blu-ray é maravilhoso, e vemos que Snyder faz questão de homenagear o fã com toneladas de extras de tudo quanto é jeito, por isso é rotulado "300 - A EXPERIÊNCIA COMPLETA". Show de bola!
RODRIGO SANTORO TIROU A MAIOR ONDA, PEGANDO UM ÓTIMO PAPEL NESSE GRANDE FILME
Nesse momento, um outro diretor prepara uma sequência chamada "300 - Rise of an Empire", mostrando como Xerxes conduziu a Pérsia ao império que um dia iria se imortalizar ao invadir Esparta. Se for bom, resenharei, é claro!

Nota 10
Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em Zack Snyder, lerá outros posts sobre ele..."

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

RESENHAS: LIVRO - O COSMO DE EINSTEIN - MICHIO KAKU


O COSMO DE EINSTEIN - MICHIO KAKU

O físico escritor Michio Kaku está se tornando um dos escritores que mais tenho frequentado ultimamente.

Isso porquê eu PRECISO me atualizar com uma dos meus assuntos favoritos, que é a física.

Não é uma matéria que eu toparia me especializar, devido ao seu gigantesco escopo e complexidade, mas eu sempre fui um apaixonado "desses assuntos".

Aliás, não sei como as pessoas não podem se interessar "num assunto" que simplesmente abarca o todo, e explica dentro das possibilidades atuais, toda a terra, todo o universo, enfim, o seu porvir e destino. E ISSO É OU NÃO É DEMAIS???? Só posso amar!

Cresci lendo artigos científicos de jornais, em busca dos detalhes mais instigantes do cosmo.
Qual foi a nossa origem?
Houve mesmo uma grande explosão inicial?
O que é o "Big Bang"?
Sempre existiu algo ou houve um evento criador?
Se houve algum, o que criou o evento criador?
Como nasceu o sol e os planetas?
Para onde iremos, qual o nosso fim?
O que são as dimensões?
Existe viagens para trás no tempo?

E por aí vai...

Devorei as revistas CIÊNCIA ILUSTRADA, SUPERINTERESSANTE, e outras tantas que tocavam no maravilhoso assunto.

Li livros do ISAAC ASIMOV que impulsionaram minha curiosidade pela física, principalmente "O INÍCIO E O FIM", onde o genial cientista nos mostrava as possibilidades de origem e fim do universo. Li várias vezes... saborosíssimo!

Depois de alguns livros sobre Einstein e a física, e mais os best sellers do Stephen Hawking, como O UNIVERSO NUMA CASCA DE NOZ, conheci os livros do MICHIO KAKU.

Nesse O COSMO DE EINSTEIN, temos detalhes de três momentos da vida do físico mais famoso do mundo.

Logo no índice vemos as fases exploradas:

PARTE 1: PRIMEIRO QUADRO - APOSTANDO CORRIDA COM UM RAIO DE LUZ
1-A FÍSICA ANTES DE EINSTEIN
2-OS ANOS INICIAIS
3-RELATIVIDADE RESTRITA E O "ANO MILAGROSO"

PARTE 2: SEGUNDO QUADRO - ESPAÇO-TEMPO DEFORMADO
4-RELATIVIDADE GERAL E O "PENSAMENTO MAIS FELIZ DA MINHA VIDA"
5-O NOVO COPÉRNICO
6-O BIG-BANG E OS BURACOS NEGROS

PARTE 3: O QUADRO INACABADO - A TEORIA DO CAMPO UNIFICADO
7-UNIFICAÇÃO E O DESAFIO QUÂNTICO
8-GUERRA, PAZ E E=mc2
9-O LEGADO PROFÉTICO DE EINSTEIN

Michio pesquisou muito nas origens, nos brindando com detalhes interessantes da vida de Einstein.

Ficamos conhecendo melhor sua personalidade "sacana", e imaginando suas tiradas espirituosas e aquele permanente "sorrisinho safado" que ele manteve até a velhice. Sorrisinho esse que lembra muito o do ator Bruce Willis, da série Duro de Matar, mas no caso do Einstein está mais para Duro de Entender...
EINSTEIN: "DURO DE ENTENDER"
Sua simplicidade era total: tratava reis e serviçais da mesma maneira piadista.

Conhecemos sua preocupação com a paz e seu sonho com um governo mundial, que dificultaria as grandes guerras.

Acompanhamos em detalhes a formação de suas principais idéias e princípios físicos, como se inspirou e seu sofrimento pela labuta mental, a qual nem imaginamos.

Sim, pois normalmente achamos que os gênios  fazem tudo facilmente, e Michio nos mostra um Einstein que até mesmo fica doente depois de se digladiar com algumas idéias dificílimas.

Michio nos relata a infância de Einstein, desmistificando que ele não era um bom aluno, por exemplo. Ele era sim, mas apenas das matérias mais interessantes.

O que "estragou" sua fama para a posteridade foi que teve professor que o detestava pelo seu desprezo pelas suas aulas.

Mas Einstein não era retardado, ele apenas viajava em sua poderosa mente.

É engraçado ver a previsão de um diretor da escola após o pai de Einstein perguntar qual profissão ele deveria seguir. 

Ele simplesmente disse "Não faz diferença; ele nunca terá sucesso em nada" PUUUTZZZZ!
 Vemos também que Einsten levou o judaísmo a sério, e se dedicou integralmente a religião, chegando mesmo a compor hinos de louvor a Deus.

Felizmente, percebendo o contraste com a ciência que vinha estudando, Einstein larga furiosamente a religião, e passa a considerar como resquício apenas a concepção panteísta de Deus. O Deu de Spinoza, que ensinava que A NATUREZA ERA DEUS, dizendo resumidamente.

Nessa época, um estudante polonês de medicina chamado MAX TALMUD presenteou Einstein com um livro de geometria que com certeza o influenciou para sempre.

Einstein fala sobre o assunto:

"Aos doze anos, experimentei um segundo assombro de natureza totalmente diferente: num pequeno livro com a geometria plana euclidiana". Ele o chamou de "livro de geometria sagrado", que tratou como sua nova Bíblia."

O MUNDO SALVO POR UM LIVRO, he he he

O livro nos mostra seus casamentos e amores, sua luta para sobreviver trabalhando, suas separações, o sofrimento do  distanciamento dos filhos, a inveja e incompreensão mesmo de outros colegas cientistas, a perseguição do nazismo, etc...

Assim, acompanhamos o crescimento de um dos maiores gênios da humanidade.

Gênio esse que mesmo depois de 50, 60, 70 anos, suas teorias vão sendo comprovadas por legiões de embevecidos físicos, que cresceram conhecendo o bom velhinho como uma espécie de entidade divina que tanto previu e tanto acertou.

Durante a leitura do livro, eu feliz da vida, me atualizei em alguns pontos da física que já não sabia como andava hoje em dia.

Viagens no tempo, ONZE dimensões, Energia Escura, Matéria Negativa, Expansão do Universo, Buracos Negros, Buracos de Minhoca, Teoria das Cordas e Supercordas, Teoria M (das Membranas), etc etc etc.

O autor faz questão de mostrar também, ao final do livro, as impressionantes confirmações que diversos testes e cálculos atuais fizeram de coisas que Einstein disse na década de 10 e 20, e a quantas andam as tentativas de completar o sonho de Einstein: A TEORIA DO CAMPO UNIFICADO, também conhecida como "A TEORIA DE TUDO".

Para mostrar um pouco do teor do texto do livro, segue abaixo um dos trechos que achei bastante interessante:

"Na teoria das cordas, se alguém tivesse um super microscópio e pudesse perscrutar diretamente o interior de um elétron, não descobriria uma partícula puntiforme, e sim uma corda em vibração.
Quando a supercorda vibra num modo ou nota diferente, muda para uma partícula subatômica diferente, como um fóton ou um neutrino.
Nesse modelo, as partículas subatômicas que vemos na natureza podem ser consideradas como a oitava mais baixa da supercorda. 
Desse modo, o dilúvio de partículas subatômicas descobertas ao longo das décadas nada mais são que notas nessa supercorda.
As leis da química, que parecem tão confusas e arbitrárias, são as melodias tocadas em supercordas.
próprio universo é uma sinfonia de cordas. E as leis da física não passam de harmonias da supercorda.
A teoria das supercordas também consegue englobar todo o trabalho de Einstein em relatividade.
Ao se mover no espaço-tempo, a corda força o espaço circundante a se curvar, exatamente como Einstein previu em 1905" !!!!!!

... e só para arrematar:

"Como observou o físico Edward Witten, ainda que Einstein jamais tivesse descoberto a teoria da relatividade geral, ela acabaria sendo descoberta por meio da teoria das cordas."


Para quem não é físico, mas aprecia bastante o assunto com eu, ler esse livro é uma das melhores maneiras de ficar em dia com a matéria.

Aliás, outros livros do Michio Kaku são recomendados. Eu pretendo ler agora A FÍSICA DO FUTURO, que já vi que recomendam bastante.

NOTA 10

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

RESENHA: RITCHIE - OUTRA VEZ

CLIQUE PARA AUMENTAR A IMAGEM. VEJA A LISTA DAS MÚSICAS.
RITCHIE - OUTRA VEZ
SINOPSE:
O primeiro blu-ray totalmente nacional, feito em estúdio com o máximo de qualidade tecnológica.

O cantor Ritchie é conhecido por sua nerdice, e conseguiu realizar a proeza de ser o primeiro artista a ter um disco gravado no novo formato blu-ray.

Tudo bem, não é um show, e sim estúdio, mas o resultado ficou tão bom, que é altamente recomendado para fãs dos anos 80, quando a MPB e o rock nacional estouraram nas rádios.

Ritchie na época realizou uma outra proeza, que foi de um único disco ter quase todas as músicas nas paradas de sucesso, como Menina Veneno, A Vida Tem Dessas Coisas, Casanova, Voo de Coração, e outras.

Casanova foi hit de novela, ouvíamos todo santo dia, e todos nas ruas cantarolavam e curtiam Ritchie adoidado.

Menina Veneno, por exemplo, marcou meu namoro com minha esposa, pois é o que mais tocava em Alagoas, quando viajei para lá em 1983. Dá a maior nostalgia...

Gosto de quase todo o blu-ray, mas chamo a atenção a Voo de Coração, que na gravação original, se não me engano, o solo de guitarra, lindaço, foi feito pelo Lulu Santos (Ex companheiro de Ritchie na extinta banda Vímana) e que agora foi caprichado e até estendido com dois ótimos guitarristas.

O resultado é de fechar os olhos já mareados, e viajar nas ondas do belo e longo riff atualizado. Por isso acho que é a melhor faixa do blu-ray.

Agora, torçamos fervorosamente que produzam um blu-ray com um SHOW AO VIVO, nos moldes do maravilhoso DVD ANOS 80, onde Ritchie, Leo Jaime, Mingau, Dinho Ouro Preto, Dulce Quental, Leoni e outros arrasaram com ótimos hits da época.

DVD esse que praticamente já "furei" de tanto assistir com minha mulher, também fanática pelos anos 80.

(Pô, Ritchie, diz quanto deve custar mais ou menos aí para produzir o show e o blu-ray, que garanto que seus fãs fazem uma vaquinha(ona) pra você)

Nota 10

Para ler somente postagens filtradas com SHOWS por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra "SHOWS". Será listado outros posts iguais..."


sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

RESENHA: O REI LEÃO - THE KING LION


O REI LEÃO - THE KING LION

SINOPSE:
No reino da floresta africana, nasce o leãozinho Simba, príncipe sucessor do grande rei Mufasa, um gigantesco e poderoso leão.

Tramando na surdina, Scar, o maligno irmão do rei, cobiça o trono, e prepara um plano para matar Mufasa e seu filho Simba.


-x-
PAUSA DAS FILMAGENS: TURMA REUNIDA.

Uma obra prima inquestionável, feita com bastante esmero, num roteiro que recria em parábola, dramas de níveis shakespearianos, a la Hamlet, com elementos humanos bastante reais e dramáticos, envolvendo amor, morte, perda, culpa, alegria, covardia, falsidade, sucessão, vingança, perdão, etc.

O desenho fez sucesso no mundo todo, e nem mesmo seus realizadores imaginavam tamanha repercussão.


O SIMBA ADOLESCENTE APARECE ALGUNS SEGUNDOS APENAS
SIMBA JÁ CRESCIDO COM OS AMIGOS CUCA-FRESCAS: HAKUNA MATATA!


RAFIKI APRESENTANDO O PEQUENO PRÍNCIPE
Gracioso, triste, engraçado, cruel e emocionante em diversos níveis e em muitos momentos chaves, O Rei Leão em menos de hora e meia, nos brinda com uma intensa catarse, deixando para sempre sua marca profunda em nosso ser. 
"UM DIA ISSO TUDO SERÁ SEU..."
As cenas ternas entre Mufasa e Simba, pai e filho, são de uma perfeição e delicadeza tais, que difícil é não ter que secar os olhos disfarçadamente...

LINDO DEMAIS!

Mesmo com o Blu-ray Edição Diamante tendo vários extras interessantes, precisarei ficar com meu antigo Dvd Edição Especial, hoje bastante raro, pois possui muitos outros materiais extras interessantes. 

NOTA 10

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em "DISNEY" por exemplo, será listado outros posts da Disney..."

RESENHA: KICK ASS 2

CLIQUE PARA VER DE PERTO
KICK ASS 2
Com: Aaron Taylor-Johnson, Chloë Grace Moretz, Christopher Mintz-Plasse, Jim Carrey 

SINOPSE:
Após a morte do pai na aventura anterior, a menina Mindy, secretamente a heroína Hit-Girl (Chloë Grace Moretz) está sob tutela de um esperto policial, que a proíbe de agir contra os perigosos bandidos que infestam a cidade.
Chloë Grace Moretz, gracinha total!
Enquanto isso, o herói Kick Ass (Aaron Taylor-Johnson), entra para um clã de pessoas que também agem como vigilantes, e assim, o supergrupo termina se confrontando com um grupo de vilões, criado pelo seu arqui-inimigo Red Mist, agora The Motherfucker (Christopher Mintz-Plasse).

O pau comerá pesadamente e a batalha final será devastadora!

-x-

O vilão The Motherfucker, arrebentando geral!
Uma adaptação mais que razoável da minissérie em HQ, que matou a pau, na surpreendente e violentíssima continuação da saga do rapaz que resolve agir como os heróis da ficção.

Apesar de ter crescido demais, a graciosidade da menininha Hit-Girl do primeiro Kick Ass ainda não se perdeu totalmente.

Meio compridona, Chloë ainda dá show, ao espancar e detonar os bandidinhos nojentos que permeiam a trama.

Como sempre, ela os trucida eficientemente, mas mesmo assim não dá para sentir pena de tal gentalha maldosa.
Jim Carrey, figuraça das figuraças!
Kick Ass, o rapaz heroico, paga um preço cruel em determinado momento, aprendendo amargamente que ser um vigilante "na vida real" não poderia nunca ser fácil.

Os vilões são ruins demais, maus mesmo, o que dá um tom maniqueísta, meio infantil até, apesar da ultra violência e do sangueiro generalizado.
A gigante MOTHER RUSSIA impressiona...
Ótima a caracterização da vilã MOTHER RUSSIA (Olga Kurkulina, poderosa gigante fisiculturista). Assustadora como o diabo!

Só não curti muito o final diferente de sua luta contra a Hit-Girl. 

Tinha que ser como no gibi: violência, violência e meia!!!!
OLGA KURKULINA, a MOTHER RUSSIA, é meio que uma SUPER XUXA bombada.

Particularmente achei a série em quadrinhos melhor, mas o filme também não deixa a peteca cair.

Nota 7

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em "FILMES" por exemplo, será listado outros posts sobre filmes..."


quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

RESENHAS: HOTEL RUANDA


HOTEL RUANDA
SINOPSE:
Paul Rusesabagina, um gerente de hotel em Ruanda, precisa enfrentar duríssimas dificuldades para evitar que o massacre cometido contra quase um milhão de Tutses por milicianos Hutus afete seus hóspedes e vizinhos próximos.

Baseado em relatos reais, ocorridos em 1994.

-x-

Uma verdadeira história de terror, é o que parece ser esse filme: Assustador e desesperador, principalmente por realmente ter acontecido: Durante cerca de três meses, um frio e planejado genocídio é perpetrado pela etnia Hutu contra a etnia minoritária Tutsi, depois de muitas rusgas após a independência de Ruanda da Bélgica.

O mais chocante é que encomendaram milhares de facões como principal arma de ataque! Centenas de milhares de pessoas tiveram membros decepados ou foram esquartejados, com ênfase a crianças, já que um dos objetivos é o extermínio da etnia.

Nefasta também era a propaganda de rádio que estimulava o cruel massacre.

O gerente Paul fez das tripas coração, subornando oficiais descaradamente corruptos, para salvar quem pudesse, na corrida contra o tempo.

É estarrecedor ver como o filme mostra o descaso mundial pela situação, principalmente quando vem a ordem para que os poucos soldados das Nações Unidas nada façam!

No filme, vemos que quando alguns personagens assistem pela tv ao massacre, as cenas são reais!
CENA REAL DO MASSACRE
É intolerância demais! É por causa de situações como essa que muitos perdem a fé na humanidade...

Nota 8

RESENHA: UNIVERSIDADE MONSTROS


UNIVERSIDADE MONSTROS
O jovem monstrinho oval Mike se esforça para entrar na Universidade, sonhando ser um dos maiores mestres em sustos de todos os tempos. Lá ele conhece um rival que no futuro será seu grande amigo, Sully.

Muitas disputas e provas decisivas dificultam sua performance, já que por ser naturalmente engraçado, ninguém acredita em sua vitória e de seu (ridículo) grupo.

-x-

Nessa hilariante e movimentadíssima história, vemos o passado da querida dupla de monstros (de MONSTROS S/A), Mike e Sully, exatamente o momento em que se conheceram.

É difícil piscar nessa verdadeira profusão de espécimes monstruosas, quase uma "poluição visual", dada a variedade do que desfila na tela.

Não sei como os artistas criadores conseguiram bolar tantos personagens escabrosos e principalmente diferentes uns dos outros.

Acho que essa animação tem mais monstros do que TODOS os outros filmes e desenhos DE TODOS OS TEMPOS! HAJA MONSTRO!!!! 

Aliás, é de cair o queixo a perfeição e os infinitos detalhes dos cenários e objetos, com uma iluminação ultrarrealista que chega a parecer cenas reais! Muito lindo mesmo!

Diversão garantida, mais um sucesso eterno da parceria Disney/Pixar.

Nota 9

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

RESENHA: O HOMEM DE AÇO - MAN OF STEEL


O HOMEM DE AÇO - MAN OF STEEL - 2013

SINOPSE:
O cientista Jor-El (Russel Crowe) do distante planeta Krypton, em meio ao caos de batalhas e do fim de seu próprio mundo, consegue salvar seu filho ainda bebê, enviando-o numa nave cápsula, que desce na nossa terra, onde dois pais adotivos criam aquele super ser.

O menino se disfarça como pode, crescendo no anonimato, mantendo sua identidade secreta, e evitando mostrar sua superforça, entre outros poderes, como voar, raio x, visão de calor...
GENERAL ZOD:  O GRANDE VILÃO
O problema é que um grupo de vilões também sobrevive a destruição de Krypton, e seu líder, o maligno General Zod (Michael Shannon), quer se vingar de Jor-El, seu antigo inimigo, e vai fazer de tudo para destruir Kal-El, nosso homem de aço, o Superman (Henry Cavill).

-x-

O filme é simplesmente espetacular, plasticamente falando! Os efeitos são de primeira linha. Os criadores dos ambientes estão realmente de parabéns, ao alcançarem a perfeição tanto do mundo de Krypton quanto nas cenas de batalhas e devastações na terra.

Os combates estão estupendos! É uma das maiores porradarias da história do cinema, com direito a muitos edifícios destruídos e muita perseguição em alta velocidade, só encontrando paralelo em filmes tipo MATRIX ou OS VINGADORES.
LOIS LANE E A VILÃ FAORA: SUPERBELAS!
A maneira como trataram os poderes do homem de aço é perfeita, pois enfatiza o grande poder alienígena dele.

Quando ele decola, por exemplo, a coisa é muito violenta, e sempre nos empolga com a surpresa causada.

A história do filme é como que uma junção dos dois primeiros SUPERMAN 1 e SUPERMAN 2, dos anos 80, só que enxugaram as mais de quatro horas em pouco mais de duas.

O tom também mudou muito, deixando para trás aquele ar meio farsesco, teatral e meio comédia das versões anteriores. Está mais adulto agora, apesar que ainda acho os dois primeiros, verdadeiras obras primas. Gosto muito.
UM WALLPAPER PARA VOCÊ: CLIQUE E SALVE COMO IMAGEM.
MAN OF STEEL conquistou seu lugar, mas sempre o assistiremos com a música de SUPERMAN 1 e 2 em mente.

Nota 8

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em Zack Snyder, por exemplo, lerá outros posts sobre ele..."

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

RESENHA: O ÚLTIMO SAMURAI


O ÚLTIMO SAMURAI - THE LAST SAMURAI - 2003
SINOPSE:
Um decadente e beberrão ex-herói do exército americano (Tom Cruise), é contratado para treinar tropas japonesas

contra samurais rebeldes em pleno Japão.

-x-

O ÚLTIMO SAMURAI é um filmaço, no mais amplo sentido da palavra! É empolgante, maravilhoso, filosófico, aventuresco, e bastante emocionante.

Vemos o final de uma era terminar diante de nossos olhos, pois as armas de fogo mudam para sempre as batalhas, antes ainda envoltas em aura romântica, onde o herói espadachim era um nobre, e fazia e acontecia.



Belos personagens, magníficas e sangrentas batalhas e um Tom Cruise samurai impressionantemente eficaz.

É curioso compararmos as semelhanças da história de O ÚLTIMO SAMURAI com DANÇA COM LOBOS e AVATAR, pois nesses excelentes filmes, o herói começa de um lado e depois escolhe o lado que ele julga correto, mesmo se passando por traidor. Lindo demais!


NOTA 10

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em Darwin, lerá outros posts sobre ele..."

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

RESENHA: DVD - QUEEN ROCK MONTREAL


QUEEN ROCK MONTREAL
SINOPSE:

SHOWZAÇO de uma das melhores bandas de todos os tempos, gravado em duas noites em Montreal, Canadá em 1981 e que chegou a ser lançado como um filme de nome "We Will Rock You".

Esse registro é um dos melhores já feitos da banda inglesa. O show é perfeito, e sai faíscas da banda, de tão cheio de energia.

O Dvd foi restaurado e remasterizado, nos brindando com uma imagem límpida e um som estrondante! Que venha um blu-ray.
LISTA DAS MÚSICAS: SÓ SUCESSOS DA BANDA!
Fico impressionado quando minha mente me alerta toda hora que já se passaram mais de 30 anos. GRAAAANDE E ETERNO MOMENTO!

Para se ver e rever para sempre!

NOTA 10

Para ler somente postagens filtradas com SHOWS por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra "SHOWS". Será listado outros posts iguais..."

RESENHA: O ATAQUE - WHITE HOUSE DOWN


O ATAQUE-White House Down 2013

SINOPSE:
Um violento grupo terrorista toma de assalto a Casa Branca na intenção de capturar o presidente americano. Um agente da segurança que tinha acabado de ser rejeitado, se desdobra para impedir o ato terrorista, em meio a muita ação.

-x-

Filme pipoca dos mais típicos, usando um estilo mix de "Duro de Matar" e "Independence Day", o diretor Rolland Emerich nos sobrecarrega com tanta ação espetacular que nem temos tempo de pensar na veracidade do roteiro, surpreendentemente igualzinho ao outro filme "Invasão à Casa Branca-Olympus Has Fallen" TAMBÉM de 2013.

Acho que o filme quer ficar entre os recordistas de mostrar cenas de destruição muito bem feitas, com destaque para a demolição do domo central da Casa Branca, o lindo combate com os helicópteros "Falcão Negro", o atentado ao avião presidencial "Força Aérea Um", entre outras barbaridades lindamente bem montadas em alta definição, mostrando que barato é que o filme não foi.

Um filme muito bem realizado, porém com óbvias deficiências de roteiro, mas diverte mesmo assim. 

Recomendado exclusivamente a amantes de filmes de ação.

Nota 6

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em Darwin, lerá outros posts sobre ele..."

terça-feira, 29 de outubro de 2013

RESENHA: LIVRO - 1942 - O BRASIL E SUA GUERRA QUASE DESCONHECIDA

CAPA DO LIVRO

1942 - O BRASIL E SUA GUERRA QUASE DESCONHECIDA

SINOPSE:
De tanto ver seu pai, veterano da FEB, evitar falar no assunto, João Barone, mais conhecido como o baterista da banda de rock PARALAMAS DO SUCESSO, sempre procurou ler mais e mais sobre a segunda guerra mundial e principalmente sobre a participação do Brasil nos combates na Itália.

Desse interesse e acúmulo de conhecimentos, ele escreveu seu primeiro livro, A MINHA SEGUNDA GUERRA, bastante elogiado, o qual ainda resenharei, e agora, nesse segundo livro ele faz praticamente um resumo da segunda grande guerra mundial, com o enfoque brasileiro. 

Bastante abrangente e recheado de curiosidades, Barone faz uma explanação em ordem cronológica, dividindo o livro em capítulos redondinhos, passando pelos ataques a navios brasileiros, os acordos com os americanos, a preparação das tropas, as decisões do então Presidente Vargas, algumas polêmicas, como os milhares de homens levados covardemente à escravidão para coletar látex nas florestas, onde a maioria morreu ou desapareceu, entre outras arbitrariedades típicas de um ditador.

Dentre as arbitrariedades, Barone nos conta da estarrecedora proibição de que depois de voltar para casa, os pracinhas não podiam usar/mostrar as medalhas recebidas e nem mesmo contar suas histórias aqui no Brasil.

Se Vargas pudesse, puxava uma alavanca e apagava toda a história dos heróis brasileiros, pois não achava que o povo podia venerá-los.

Barone faz uma boa descrição do Teatro de Operações onde os combates aconteceram, e divulga muitos detalhes, alguns pouco conhecidos até então, das missões dos nossos pracinhas, seus atos heroicos e como derrotaram os soldados nazistas, em épicos combates, onde tudo estava contra os brasileiros, principalmente o clima geladíssimo de inverno, o qual somente fez aumentar o sofrimento de nossos caboclos tropicais.
JOÃO BARONE TAMBÉM É VETERANO, SÓ QUE DO MUNDO DA MÚSICA

Barone fez uma excelente pesquisa, coletando informações de veteranos, recheados de detalhes curiosíssimos, agora eternizados no livro: O nascimento da FEB, as origens do Senta a Pua!, as batalhas aéreas brasileiras, as grandes ações brasileiras na guerra, a fatídica tomada de Monte Castelo e Montese, os efeitos pós-guerra para os brasileiros, o nascimento da ONU  estatísticas de missões, mortos, etc...

Recomendo o livro para todos que querem ter um panorama de todo o grande conflito, e quais foram os impactos para os brasileiros.

Como bem diz no livro, é uma parte importante da nossa história, que de início o governo Vargas tentou apagar, mas que as novas gerações precisam e merecem saber.

Nota 10

Para ler somente postagens referente a Segunda Guerra, (WW2), clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" em "WW2

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

RESENHA: DVD PARALAMAS DO SUCESSO - UNS DIAS - AO VIVO


DVD PARALAMAS DO SUCESSO - UNS DIAS - AO VIVO - 2003
SINOPSE:
Um dos mais fortes representantes do Rock Nacional, os Paralamas do Sucesso lançaram esse dvd com um show arrepiante, gravado em São Paulo em 2003 no Olympia

É um dos meus discos favoritos, e junto com minha mulher, já assistimos umas dez vezes nesses últimos anos, e vai contiunar "furando fila" nas listas de dvds a assistir.

Eu sempre me arrepio, literalmente, na música "UNS DIAS", no "duelo" de guitarras entre Herbert Viana e o convidado Frejat. É realmente um momento mágico, que pretendo rever no mínimo até meus 100 anos.


Músicas do show UNS DIAS:
01. O Calibre
02. Running on the spot - Part. Especial Edgard Scandurra 
03. Trac-Trac 
04. Mensagem de amor 
05. Selvagem 
06. Soldado da paz - Part. Especial Dado Villa-lobos 
07. Que país é este - Part. Especial Dado Villa-Lobos 
08. Seguindo estrelas
09. Meu erro
10. Cuide bem do seu amor 
11. Longo caminho 
12. Tendo a lua - Part. Especial Nando Reis 
13. Será que vai chover - Part. Especial Black Alien 
14. Assaltaram a gramática - Part. Especial Black Alien 
15. O Filho Pródigo - Part. Especial Black Alien 
16. Dos margaritas 
17. Depois da queda o coice 
18. Ska - Part. Especial George Israel 
19. La bella luna - Part. Especial George Israel 
20. Uns Dias - Part. Especial Frejat 
21. Caleidoscópio - Part. Especial Frejat e George Israel 
22. Ela disse adeus - Part. Especial George Israel 
23. Lanterna dos Afogados - Part. Especial Djavan 
24. Uma Brasileira - Part. Especial Djavan 
25. O Beco - Part. Especial Paulo Miklos 
26. Alagados 
27. Lourinha Bombril 
28. Mensagem de amor - Part. Especial Andréas Kisser


Conclusão: Mesmo em dvd, que já é uma mídia meio obsoleta, é um "must", e enquanto não sair aquele blu-ray equivalente, com um show em HD 1080P e som MASTER HD, "definitivo" e arrebentante, recomendo fervorosamente a fãs do bom rock nacional a comprar esse dvd mesmo, que com certeza é o melhor da banda, se comparado ao fraco ACUSTICO MTV e mesmo ao muito bom BRASIL AFORA, do Multishow.

NOTA 10

Para ler somente postagens filtradas com SHOWS por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra "SHOWS". Será listado outros posts iguais..."

sábado, 5 de outubro de 2013

RESENHA: TEMPO DE GLÓRIA - GLORY


TEMPO DE GLÓRIA - GLORY
EUA - 1989
DIRETOR: EDWARD ZWICK
COM Matthew Broderik, Morgan Freeman, Denzel Washington, Cary Elwes, Jihmi Kennedy

SINOPSE
O jovem coronel Robert Gould Shaw se aceita a incumbência de treinar o primeiro regimento voluntário formado somente por homens negros, em plena guerra civil americana: O 54º de Massachusets.

-x-

Um dos melhores, senão o melhor filme sobre a guerra de Secessão americana.

O filme mostra as dificuldades causadas pela hipocrisia e racismo que passa o coronel e os soldados durante seu treinamento.

Eram negados, de início, até as botinas, e para conseguirem o uniforme azul foi preciso brigar contra os próprios superiores.

No fundo, todos achavam que essa companhia seria somente para constar, e que jamais lutariam no front, limitando-se apenas a serviços braçais.

Com muito empenho e orgulho, o coronel Shaw consegue enfim, uma missão, que apesar de perigosíssima, iria calar a boca de quem duvidava daqueles bravos guerreiros.


O elenco é muito bom mesmo, com destaque para Morgan Freeman, sempre perfeito, Andre Braugher, como o soldado que por ser culto e amigo de infância do coronel, termina sofrendo mais que os outros, inclusive preconceito dos próprios soldados negros.

Também temos o ótimo Jihmi Kennedy, que faz o soldado gago Jupiter Sharts, de personalidade cativante e inesquecível.

E não podemos esquecer de um jovem e rebelde Denzel Washington, como sempre arrebentando na atuação e o também não menos eficiente Matthew Broderick, como o seríssimo coronel, num papel atípico em sua carreira, normalmente composta por papéis mais leves, como o lendário Ferris Buller em "Curtindo a Vida Adoidado".

O ataque final ao Fort Wagner é bastante empolgante, como todas as batalhas do filme, e o diretor Edward Zwick (que também fez o excelente "O Último Samurai") consegue impor um efeito dramático, coisa de estilo talvez, diferente do que normalmente vemos em outros filmes.

Nota 8

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em Darwin, lerá outros posts sobre ele..."

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

RESENHA: CRIAÇÃO


CRIAÇÃO - CREATION
Biografia, Drama
País: Inglaterra - 2010
Dir: Jonh Amiel
Com: Paul Bettany, Jennifer Connelly, Benedict Cumberbatch

SINOPSE:
Após sua famosa viagem ao redor do mundo, no lendário navio Beagle, Charles Darwin (Paul Bettany) agora casado e com filhos, vive um dilema quanto a publicar ou não suas descobertas sobre a evolução no seu livro A ORIGEM DAS ESPÉCIES.

Enquanto matura suas idéias de 20 anos e prepara o revolucionário livro, Darwin evita decepcionar sua adorada prima e esposa Emma (Jennifer Connelly), bastante religiosa, já que sua teoria desconsidera e até mesmo invalida partes dos textos sagrados da bíblia, o que nunca foi sua intenção.

Por quanto tempo mais ele vai ficar escondendo do mundo a mais poderosa das idéias?

O drama de Darwin e esposa se intensifica com a doença terminal de sua filha Annie, aumentando mais ainda o distanciamento do casal.

-x-

Interessantíssimo filme, que nos brinda com uma visão de como teria sido a fase pré publicação do "livro que matou Deus", A ORIGEM DAS ESPÉCIES, de Charles Darwin, o "Pai da Evolução".

O ótimo roteiro, baseado num livro de um tataraneto de Darwin, Randal Keynes, mostra um cientista ainda com alguma fé, mas tendo que contestá-la, numa sociedade bastante presa a antigos valores cristãos, em que, por exemplo um padre pode castigar filhos de fiéis, e nenhum questionamento deve ser emitido contra os princípios religiosos vigentes.

Darwin aos poucos é convencido por amigos que sua idéia, de que todos os seres evoluem, é a expressão da realidade, e termina com medo de que outro cientista, (Alfred Russell Wallace), publique uma teoria parecida primeiro que ele, então precisa decidir se lança logo seu livro.

O filme mostra o sofrimento daquela época, quanto às doenças ainda sem cura, e é doloroso assistir ao casal Darwin perder filhos em lenta agonia, o que ajuda a Charles a se posicionar mais duramente contra a religião já abalada.

O filme chega a ser tocante em alguns momentos, lacrimejante até, e ressalta mais o lado humano e simples de Charles Darwin do que seu lado científico, "frio e racional", como seria de se esperar.

Adorei a interpretação de Paul Bettany (parecidíssimo com o Darwin real), que aqui praticamente repete seu papel do naturalista do filme "O MESTRE DOS MARES", resenhado anteriormente no blog. 

Curiosidades:
Paul é casado com Jennifer Connelly.

O livro A ORIGEM DAS ESPÉCIES foi considerado o mais importante do milênio.

No lançamento em 1859, o livro se chamava "SOBRE A ORIGEM DAS ESPÉCIES POR MEIO DA SELEÇÃO NATURAL OU A PRESERVAÇÃO DE RAÇAS FAVORECIDAS NA LUTA PELA VIDA"

Nota 9

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada. Se clicar em Darwin, lerá outros posts sobre ele..."

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

MEU ESTILO DE RESENHAR

MEU ESTILO DE RESENHAR
Eu criei esse blog de resenhas porque eu mesmo sinto falta de textos mais humanos, mais positivos, menos técnicos e entojados, que falem um pouco mais do impacto da obra como um todo, as impressões sentidas, o que tocou, o quanto tocou... Então acho que deve ter muita gente por aí com a mesma carência.

Quero dizer também que somente escreverei sobre o que gostei MUITO, e acho recomendável. Essa é a explicação do porquê de as notas das obras resenhadas serem sempre altas: SUPRA-SUMO, BABY.

Sabe quando um amigo conta pro outro que acabou de assistir um filme maneirão, assim, e assado, e tá louco pra convencer o amigo a assistir também, para depois baterem papo sobre ele? ESSA É A IDEIA! (Mas sem spoilers!)

Eu quero que minhas resenhas sejam divertidas e instrutivas, e que o leitor ao terminar, pense seriamente em ver o filme ou  ler o livro ou gibi.

Obviamente tenho a noção de que gosto é subjetivo e o que emociona uma pessoa não necessariamente emocionará outra. Mas vale a tentativa, afinal todos temos vários "iguais" por aí...

Já se, por azar, perdi tempo vendo algo "meia-boca", jamais perderei tempo falando mal, até porque deve ter quem goste. Ele que convença os outros a ver a chatice.

Como todo mundo, eu acho que tenho bom gosto, mas a diferença é a minha atitude e consciência de procurar postar somente o que acho muito divertido ou emocionante, mesmo sabendo que não se contenta simultaneamente gregos e troianos.

É tão bom ler um bom texto entusiasmado sobre aquele assunto que gostamos! Mesmo que já tenhamos lido o livro, e gostado muito, é sempre muito bom ver outras opiniões positivas.

Sei que é disso que sinto falta quando procuro informação "humana" sobre algum livro, quadrinho ou filme na internet e só encontro "papo frio", geralmente, ou então resumos muito reduzidos, feitos às pressas, e muitas vezes com nariz empinado, dizendo que é tudo fraco ou ruim.

Adoro quando encontro alguém que acabou de ser arrebatado por alguma obra e que esteja destilando em seu texto a tentativa de traduzir suas emoções, em qualquer nível de profundidade.

Vou continuar sempre procurando boas resenhas para ler, e tal, mas agora PRIMEIRO escrevo a minha, DEPOIS leio a dos outros, para não me influenciar.

E assim vai... como tem muita coisa a ser feita de várias categorias, e meu tempo é curto, vou resenhando conforme for assistindo ou re-assistindo, lendo ou relendo no meu ritmo normal de consumidor de cultura.

Leio todo dia, vejo filme ou seriado todo dia, logo, de grão em grão...

Daqui a alguns anos, quando estiver aposentado, aumentarei bastante o ritmo, incluindo até seriados antigos...

Também aposentado, tentarei ler mais livros, o que é um pouco difícil, já que minha vida sempre foi uma maratona de leituras, mas nada me impede de ler algumas horas a mais por dia, após parar de trabalhar (2016-2017?).

Bem, no presente, viajo mais nos inéditos, mas ainda imagino resenhar quando REVER, quando tiver mais tempo a lista abaixo: 

SERIADOS:
OS SIMPSONS, CSI, 24HS, FUTURAMA, THE CLONE WARS, DEXTER, PERSUADERS, THE THUNDERBIRDS, OS NORMAIS, ENTRE TAPAS E BEIJOS, CURTAS DO CHAPLIN, HAROLD LLOYD, BUSTER KEATON, ETC...

HQS:
EPOPÉIA TRI, KRYPTA, THE DARK KNIGHT, O HOMEM SEM MEDO, ELEKTRA ASSASSINA

LIVROS:
SHERLOCK HOLMES (Todos), ARTHUR CLARKE (Todos), ISAAC ASIMOV (Todos)

FILMES:
SAGA STAR WARS, SAGA STAR TREK, SAGA MATRIX, LOTR...

Por isso que sempre digo:
QUERIA VIVER NO MÍNIMO MAIS UNS 300 ANOS...

terça-feira, 17 de setembro de 2013

RESENHAS: MEGAMENTE


MEGAMENTE - MEGAMIND
Ação, Aventura
EUA - 2010
Dir: Tom Mc Grath
Com Will Ferrel, Jonah Hill, Brad Pitt, Tina Fey

Dois seres alienígenas escapam ainda bebês da destruição de seus respectivos mundos, vindo cair na terra.
O problema é que enquanto um deles é adotado por magnatas numa mansão, e tudo dá certo para ele, virando o herói da cidade, o outro teve o azar de cair numa prisão, e cresceu um odiado supervilão.
Seu ódio pelo herói-escoteiro só aumenta, já que ainda por cima é apaixonado pela bela repórter, sempre salva de suas mãos pelo gostosão voador.
Mas uma surpresa aguarda a todos. Uma não, duas...

-x-

Megamente é uma animação de heróis das melhores que já vi! Está quase à altura do fabuloso OS INCRÍVEIS, e isso não é dizer pouco.

Divertidíssimo do início ao fim, a trama vai ficando melhor e melhor, sem cair na mesmice e sempre surpreendendo.

Morri de rir várias vezes, pois as tiradas de diversos personagens foram bem trabalhadas pela equipe de roteiristas, que fizeram bem o dever de casa.

Mesmo que não se aproveitasse a história, o desenho é repleto de ação, e das boas! É combate de superseres pra lá, ataque e destruição da cidade para cá. Muita correria e cenas hilárias formam o conjunto nota dez dessa joia da animação.

Como não uso notas fracionadas, não posso dar 9.5, então arredondarei para cima, igualando-o com os grandes.
Por ser tão divertido, cumprindo todo o papel possível para uma obra de entretenimento, o filme merece. 

Que venha o MEGAMENTE 2!

Nota 10

Para ler somente postagens filtradas com Filmes, ou Livros por exemplo, clique aqui embaixo ao lado de "MARCADORES" na palavra desejada"